NOSSA HISTÓRIA


QUEM É A ABASC ? 

Fundada em 03 de agosto de 2019, é uma associação, de âmbito nacional, pessoa jurídica de direito privado, com natureza e fins não lucrativos. Seu objeto social é: representar, patrocinar e defender os interesses dos estudantes de graduação e profissionais bacharéis em Saúde Coletiva, os interesses da população brasileira relativos à saúde, à seguridade social e à cidadania e à defesa do patrimônio público correlato; e, em especial, cumprir suas finalidades estatutárias, atuando como mecanismo de representação e articulação frente a organizações governamentais, os poderes da república e a sociedade civil.

POR QUE E COMO A ABASC FOI CRIADA ? 

Embora se reconheça os avanços na consolidação da Graduação em Saúde Coletiva, o Bacharel em Saúde Coletiva ainda se depara com problemáticas importantes, sobretudo referentes ao seu (re)conhecimento e autuação profissional. Logo, torna-se evidente a necessidade de serem desenvolvidas estratégias que fomentem o processo de superação de tais problemáticas. Uma das principais estratégias é termos uma organização que nos represente, enquanto profissionais, e proceda em prol do nosso (re)conhecimento e atuação profissional. Nesse sentido, temos uma série de marcos históricos que vão em direção a essa organização, conforme descreveremos a seguir:

O primeiro marco desse histórico é quando nos encontramos, como estudantes, pela primeira vez nacionalmente, em Recife/PE, no 9º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, promovido pela Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (ABRASCO), no ano de 2009. Tal encontro se deu a partir de uma organização de estudantes, através do finado Orkut, ficando marcado como a I Assembleia Nacional dos Estudantes de Saúde Coletiva, que ocorreu sem formalidades, como roda de conversa, conforme visualizado nas fotos abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A partir deste encontro, sucederam-se vários outros momentos importantes de organização, enquanto estudantes, destacando-se a realização dos Encontros Nacionais de Bacharéis em Saúde Coletiva (ENESC) e a criação do Fórum Nacional de Graduação em Saude Coletiva e da Coordenação Nacional dos Estudantes de Saúde Coletiva (CONESC), que foram de extrema importância para a construção de discussões e pautas referentes ao nosso futuro como profissionais. Segue abaixo um quadro com a descrição destes momentos:

 

Novembro de 2009

I Assembleia Nacional dos Estudantes de Saúde Coletiva, durante o 9º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, promovido pela Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (ABRASCO).

Maio de 2010

Primeira reunião dos estudantes da Graduação em Saúde Coletiva, em Brasília – DF.

Agosto de 2010

II Assembleia Nacional dos Estudantes, durante o Congresso de Planejamento e Gestão em Salvador – BA da ABRASCO.

Criação do Fórum de Graduação em Saúde Coletiva

Novembro de 2010

Criação da Comissão Organizadora do Encontro Nacional dos Estudantes de Saúde Coletiva (CoENESC), durante reunião nacional em Brasília/DF

Abril de 2011

I Encontro Nacional do Estudantes de Saúde Coletiva (ENESC) no Rio de Janeiro – RJ, com a temática “Construindo a Graduação”.

Criação da Coordenação Nacional dos Estudantes de Saúde Coletiva (CONESC).

Novembro de 2012

II ENESC em Esteio/RS. Teve como temática “Saúde Coletiva Enquanto Movimento Social”, evento que contou com mais de 400 estudantes de todas as universidades do país.

Outubro de 2013

III ENESC em Cuiabá/MT, com a temática “Das mobilizações a Saúde que queremos”.

Novembro de 2014

IV ENESC em Rio Branco/AC, coma temática “O Reconhecimento Social das Graduações em Saúde Coletiva: De onde Viemos e pra Onde vamos?

Julho de 2015

V ENESC em Brasília/DF, com a temática “Inserção do Sanitarista: os desafios do reconhecimento institucional”

Novembro/dezembro 2016

VI ENESC em Presidente Figueiredo/AM, com a temática “ Um olhar no passado para construir o futuro”.

Novembro 2017

VII ENESC em Salvador/BA, com a temática “Saúde e Democracia: Formação e Atuação do Sanitarista”.

Julho de 2018

VIII ENESC no Rio de Janeiro/RJ.

 

Um marco neste histórico, de grande relevância, é, que após 40 anos de existência, devido a criação dos cursos de Graduação em Saúde Coletiva, houve a mudança do nome da entidade a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), que até então se denominava Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, para Associação Brasileira de Saúde Coletiva, definido em Assembleia Geral realizada em 13 de novembro de 2011. Tal momento se mostra como um importante marco em direção ao nosso (re)conhecimento como profissional da área da Saúde Coletiva.

Embora todos esses momentos citados até aqui façam parte da nossa história como Bacharéis em Saúde Coletiva, a discussão mais formal, de fato, sobre uma organização de representação profissional, ocorreu em meados dos anos 2012, onde discutimos nacionalmente a criação de uma Associação Profissional no II ENESC, durante a plenária final (a apresentação realizada pode ser visualizada aqui).

Nos anos seguintes, a discussão de se deveríamos ou não, e como criar uma associação, como forma de organização de representação profissional, sempre esteve presente. Em 2018, durante conversas em um grupo nacional de WhatsApp foi constituído com todos que tivessem interesse o “Grupo de Estudos de Bacharéis em Saúde Coletiva sobre Organizações Profissionais”, que tinha por objetivo estudar os tipos de organizações profissionais, que após diversas reuniões online teve um Oficina no pré-congresso do 12º ABRASCÃO, no Rio de Janeiro/RJ. 

Esse grupo foi importante para que finalmente chegássemos a algumas conclusões, conforme relatório que pode ser acessado aqui. Os encaminhamentos deste grupo foram:

a) o conselho não surge como uma opção no momento;

b) viabilidade em ter uma associação e/ou sindicato;

c) ainda no congresso, realizar uma plenária e debater sobre os encaminhamentos dessa reunião;

d) necessidade da construção de um encontro nacional dos egressos;

e) fortalecer o “Grupo de Estudos de Saúde Coletiva” para articular e acompanhar a construção da organização profissional dos Bacharéis em Saúde Coletiva.

Após as conclusões deste Grupo de Estudos, durante quase um ano, ficamos na expectativa para as movimentações nacionais de criação de nossa Organização Profissional, até que, um grupo de egressos, residentes em Brasília/DF, se organizaram para se encontrar, em um encontro que foi chamado de “I Arraiá da Saúde Coletiva”, ocorrido em 22 de junho de 2019 e que contou com aproximadamente 35 pessoas de diferentes anos de formação na graduação. Neste evento, em momento de descontração, surgiu a proposta de criar uma Associação em Brasília/DF.

Após isso, foi agendada a primeira reunião oficial para a criação da associação proposta, em 06 de julho de 2019 (foto abaixo) em que se discutiu do porquê se criar uma Associação e do processo histórico para isso (conforme descrito aqui), assim como a primeira proposta de desenho desta.

Ao saberem da iniciativa de criar uma Associação em Brasília/DF, egressos de outros estados do país solicitaram que, caso fosse realmente criada, de que pessoas de outros estados também pudessem se associar. Diante disso, decidiu-se que a Associação seria de abrangência nacional, e não mais estadual, conforme ideia inicial. Por isso, definiu-se que seu nome seria “Associação de Bacharéis em Saúde Coletiva – ABASC”, a fim de se ter uma nomenclatura que contemplasse todos os estados.

Dando prosseguimento a este processo de criação, foi realizada a 2º Reunião para instituição oficial da ABASC, de forma online, no dia 13 de julho de 2019, para que outras pessoas de todo o país pudessem participar conosco dessa nova aventura (foto abaixo).

Neste dia, conforme orientações jurídicas, foi criada uma Comissão Provisória de Instituição, que foi constituída por pessoas de diferentes estados, entre estudantes e egressos, conforme visto abaixo:

Comissão Provisória de Instituição da ABASC

  • Leonardo Passeri de Souza (UnB) - Presidente da Comissão
  • Leonardo de Souza Lourenço Carvalho (UnB) - Secretário
  • Jéssica de Souza Lopes (UnB); 
  • Indyara de Araújo Morais (UnB);
  • Weverton Vieira Rosa (UnB);
  • Elizabeth Alves de Jesus Prado (UnB);
  • Kerolyn Ramos Garcia (UnB);
  • Natália Fernandes de Andrade (UnB);
  • Caroline Graça Parente (UFAC);
  • Bárbara Estevam Ferreira Santana (UFMT);
  • Adriana Queiroz de Campos (UFMT)
  • Luanny Silva Ovando do Nascimento (UFMT);
  •  Lucas Rodrigo Batista Leite – (UFMT)  
  •  Giselle de Oliveira Figueiredo - Graduanda da UFRJ.

Tal Comissão ficou responsável por realizar os trâmites necessários para a instituição da ABASC, onde dentre estes, estava a elaboração do Estatuto Social. Para isso, a fim de que se tivesse o máximo de contribuições possíveis, tal documento passou por Consulta Pública. Todas as sugestões foram analisadas pela Comissão e pelo advogado da Associação (foto abaixo), que acompanhou todo esse processo (o Estatuto Social da ABASC pode ser conferido clicando aqui).

Finalmente, no dia 03 de agosto de 2019, foi realizada a Assembleia de Instituição da ABASC, que contou com 53 membros fundadores, presentes, e diversos participante on-line, dentre Estudantes, Bacharéis e Professores da Graduação em Saúde Coletiva. Além da instituição oficial da ABASC, nesta Assembleia foi eleita e empossada a primeira Gestão da ABASC, responsável por conduzir a Associação pelo período de 2 anos, 2019 a 2021(saiba mais sobre a primeira gestão da ABASC clicando aqui).

 

Agora que você sabe um pouco melhor sobre a ABASC, convidamos-os(as) a se juntar a nós, para juntos continuarmos construindo essa história em prol do nosso (re)conhecimento e atuação profissional!  Saiba mais como se tornar um(a) associado(a) clicando aqui

Esperamos você ! 

Atenciosamente, 

Associação de Bacharéis em Saúde Coletiva (ABASC)